DERMATITE OCRE PURPUREA

1 – Sinonímia

Dermite Ocre Purpurea - Dermatite de estase – Dermatite de Favre e Chaix

2 – Etiopatogenia e Fisiopatologia

Nas situações onde está instalado a estase venosa (lentidão de retorno venoso), há aumento da pressão sanguínea na extremidade venosa da rede capilar, com conseqüente maior perfusão a nível capilar, com passagem em maior quantidade de elementos para o interstício celular e conseqüente edema (retenção hídrica intersticial). A dermatite ocre purpúrea, resulta da passagem de hemácias para o interstício celular e subsequente degradação globular, liberação do grupo Heme da hemoglobina,com elemento Ferro; este, deposita-se no interstício,conferindo a pele a coloração acastanhada, marrom escura , ”ferruginosa”, típico da Dermatite Ocre Purpúrea. A obesidade, o ortostatismo agravam o quadro geralmente determinado por VARIZES. A sinuosidade venosa existente, acarreta estase sanguínea. Enfermidades reumáticas (Artrite reumatóide, Osteoartrose...) limitantes dos movimentos; fraturas nos membros inferiores; traumas de membros inferiores; traumas pré-tibiais em idosos... precipitam, ou agravam a Dermatite Ocre purpúrea.

3 - Evolução

- FASE INICIAL – a lesão é vesico-secretante
- FASE CRÔNICA – há liquinificação da pele.
Associa-se frequentemente, Erisipela, Celulite, Úlceras, Infecções bacteriana...
É usual o ciclo vicioso, ECZEMA – ÚLCERA – CELULITE – LINFANGITE – ERISIPELA, com fibrose cutânea, dermato-esclerose e elefantíase da perna. A presença de fungos interdigitais (Tinha pedis) só agravam o quadro, propiciando ainda mais as celulites, ou erisipelas recorrentes.

4 – Diagnóstico

É clínico, pela visualização da coloração da pele do terço distal das pernas, freqüentemente associado a varizes, obesidade...

5 – Tratamento

Não existe tratamento específico. É fundamental a prevenção, tratando adequadamente as varizes, com cirurgia (nos casos assim indicados), controle do peso, diminuição da pressão venosa na extremidade, uso de meias elásticas com compressão adequada a cada caso.


Rua Três de Maio, nº 1040 - Pelotas/RS - Fone: (53)32253164