DÚVIDAS FREQUENTES NOS PORTADORES DE VARIZES

 

1 – O consumo de bebida alcoólica causa dano as varizes?

O consumo leve de bebidas alcoólicas de qualquer natureza NÃO acarretam maiores danos as varizes, entretanto a ingestão abusiva, ou crônica (alcoólatras) causa sem prejuízos as varizes, haja visto o álcool determina dilatação vascular, aumentando a sobrecarga circulatória.

2 – Qual a implicação da associação varizes x gestação?

Durante o período gestacional, o corpo feminino vive nove meses com altas taxas hormonais, onde os elevados níveis de progesterona sintetizados pela placenta determinam dilatações venosas favorecendo o surgimento de varizes, ou o agravamento das já existentes. É aconselhável nas portadoras de varizes o uso permanente de meias elásticas compressivas durante o período gestacional.

3 – Devemos tratar todos os tipos de varizes?

Sim, todos os casos de varizes devem ser tratadas, independente de sintomáticas, ou não. As varizes de pequeno calibre devem ser encaradas com a mesma seriedade do que as de grande calibre, pois só assim evitaremos o agravamento do quadro vascular.

4 – Portadores de varizes podem expor-se ao sol, frequentar saunas ou usufruírem de banhos térmicos?

Tomando por referencia que o calor, as temperaturas elevadas, determina dilatações vasculares, é prudente ter racionalidade nas exposições ao sol e a frequência nos ambientes aquecidos.

5 – Cãimbras são sintomas de doenças circulatórias?

Não. Cãimbras geralmente são determinadas por distúrbios no metabolismo do magnésio e cálcio. São frequentemente determinados por fadiga muscular. Somente afecções circulatórias muito graves podem ter como exteriorização as câimbras, o que geralmente é infrequente.

6 – Portadores de severas varizes podem realizar viagens?

É conveniente não expor-se a longas viagens, ou mesmo viagens de aviões. Caso a necessidade seja inevitável é sugerido o uso de meias elásticas, fazer a viagem no banco de trás com as pernas elevadas, proceder interrupções no percurso, fazer caminhadas periódicas e no caso de viagens de avião é indispensável realizar caminhadas durante a viagem, levantar, sentar, locomover-se.Em todas as circunstâncias é recomendável beber muita água, para evitar a hemoconcentração.

7 – Pode haver a recidiva de varizes, mesmo após uma cirurgia?

Sim. Isto explica-se pela constituição física individual. Os fatores genéticos persistem e os fatores desencadeantes continuam atuando.Fatores individuais agravantes geralmente estão presentes: obesidade, sedentarismo, atitudes de longos ortostatismo, tabagismo... que favorecem a geração de varizes.

8 – É comum a dúvida: ”Vou operar as varizes, mas se tiver um problema cardíaco e necessitar uma cirurgia cardíaca de revascularização, como vou realizá-la”?

É importante lembrar que uma veia varicosa não serve como vaso para revascularização. Se esta veia é passível de extração cirúrgica, ela igualmente não seria útil para uma ponte de revascularização miocárdica. Nesta situação existe outra alternativa para a revascularização as custas da Artéria torácica interna (ponte de mamária).

9 – Os portadores de Trombose Venosa Profunda, ou sequelados de Trombose Venosa Profunda (síndrome pós trombótica), devem usar meias elásticas?

Sim. É prudente nestas duas circunstancias usar meias elásticas, objetivando alívio sintomático e prevenindo complicações, em especial as embolias.

10 – Portadores de varizes, podem usar anticoncepcionais e/ou receber suplementação hormonal?

Não. É recomendável aos portadores de varizes de médio, ou grande calibre não consumirem anticoncepcionais, ou receberem suplementação hormonal durante o climatério. É sabido que a hormonioterapia é trombogênica e o consumo de tais medicações após os 35 anos de idade aumentam em muito os riscos da hormonioterapia. É recomendável após a esta idade substituir os anticoncepcionais por outro método anticoncepcional, tais como: DIU, preservativos...

 

Rua Três de Maio, nº 1040 - Pelotas/RS - Fone: (53)32253164