ERITEMA NODOSO

1. O QUE É ERITEMA NODOSO?

É uma doença cutânea com reação inflamatória dérmica (uma dermatofibrose) exteriorizada por placas arredondas, avermelhadas (eritematosas), pruriginosas ou dolorosas, geralmente de localização pré tibial, uni ou bilaterais (simétricas).

2. QUAL A SUA CAUSA?

É de etiologia diversa, secundário a infecções (amigdalites, infecções urinárias, infecções de pele...), drogas (anticoncepcionais, hormônios, alergia medicamentosa aos iodetos, brometos e sulfas...).

3. QUAL A DURAÇÃO DA ERUPÇÃO CUTÂNEA?

É variável de 7 a 21 dias. Inicia com dor ou prurido, segue-se de elevação cutânea em placa de +/- 7-8 cm de diâmetro, que ao evoluírem tornam-se avermelhadas, ou até violáceas. É freqüente a recorrência, principalmente quando tem relação com o uso de medicações.

4. QUAL A INCIDÊNCIA?

É mais comum em indivíduos jovens, após infecções estreptocóccicas; mas também na tuberculose, sífilis, linfogranuloma venéreo, linfomas. Nestas situações as lesões são de localização simétrica e em faces anteriores das pernas (pré-tibiais).

5. QUAIS OS SINTOMAS?

Manifestam dores pré-tibiais e articulares adjacentes, que evoluem com o surgimento de lesões em placas, pré-tibiais, levemente violáceas.

6. QUAL O DIAGNÓSTICO DIFERENCIAL?

Confunde com flebites, contusões, lesões de pele incaracterísticas...

7. QUAL O TRATAMENTO?

É prudente a investigação etiológica para a instituição de terapêutica mais efetiva. Os exames laboratoriais são fundamente na investigação: Hemograma – VHS – Proteína C reativa - Antiestreptolisina 0, sem esquecer de anamnese minuciosa. Não identificado a etiologia, sugiro: aspirina 500mg 4x/dia, corticóides orais (afastando as contra-indicações), anti-histamínicos, anti-inflamatórios (diclofenaco 50 4x/dia). Não identificado a etiologia o tratamento passa a ser aleatório por meses, até encontrar a cura, que exigirá persistência.

 

Rua Três de Maio, nº 1040 - Pelotas/RS - Fone: (53)32253164