T U B E R C U L O S E / TBC

DESCRIÇÃO
É doença infecciosa, que atinge principalmente o pulmão, compromete indivíduos em qualquer idade, porém com maior incidência dos 15-55anos e do sexo masculino
TIPOS
TBC primária – ocorre durante uma primo-infecção, evoluindo a partir do foco pulmonar, ou foco ganglionar, ou disseminação hematogênica
TBC pós-primária – por recrudescimento de algum foco por diminuição imunitária (reativação endógena)
CLÍNICA
Comprometimento do estado geral, febre baixa vespertina, sudorese noturna, inapetência, emagrecimento. Quando atinge o pulmão há dor torácica, tosse inicialmente seca que evolui para produtiva com escarros hemoptóicos. Na infância é comum o comprometimento ganglionar. Atentar nos usuários de drogas, portadores de HIV, alcoólotras, profissionais da saúde...
AGENTE ETIOLÓGICO
Bacilo de Koch (mycobacterium tuberculosis)
RESERVATÓRIO
Principalmente o homem (menos freqüente o gado, primatas, aves, demais mamíferos)
TRANSMISSIBILIDADE
Pelo ar, de pessoa-a-pessoa (fala, espirro, tosse) – enquanto não houver início do tratamento
INCUBAÇÃO 4-12 semanas para a detecção de lesões primárias e 12 meses para a lesão pulmonar
COMPLICAÇÕES Obstrução e/ou restrição ventilatória, infecções de repetição, bronquiectasias, hemoptise, atelectesia, empiema
DIAGNÓSTICO Laboratorial : exame bacteriológico com baciloscopia direta do escarro. Indicado a todos com 3-4 semanas com tosse produtiva contínua. Nos casos com baciloscopia direta NEGATIVA, está indicado a cultura de escarro, ou outras secreções – também nas formas meníngea, renal, pleueal, óssea, ganglionar
Radiológico : mostra lesões escavadas, infiltrados heterogêneos, nódulos, estrias, retrações, principalmente nos segmentos superiores. O estudo radiológico complementa a baciloscopia positiva, para confirmação diagnóstica, evolução da enfermidade e terapêutica e constatação de concomitâncias de outras enfermidades. A tomografia computadorizada está indicada quando as constatações radiológicas convencionais são mínimas e as manifestações clínicas são gritantes
Broncoscopia : associado a lavado broncoalveolar, escovado brônquico, biópsia brônquica, punção aspirirativa com agulha.. quando há baciloscopia negativa, suspeita de outras enfermidades, infectados ao HIV
Prova tuberculínica (Teste de Mantoux): indicado aos não vacinados com BCG, aos infectados por HIV. Quando positiva indica a presença de infecção (não é suficiente para diagnóstico de TBC doença) – intradermoreação subcutânea 0,1ml / 2 unidades de tuberculina, com leitura 48-72h. Casos positivos com enduração papular maior que 5mm, e reatores fortes maiores que 10mm de enduração
Exame anatomo-patológico: indicado nos casos extrapulmonares
DIFERENCUAL Pneumonias, micoses pulmonares, sarcoidose, carcinoma brônquico
TRATAMENTO Drogas usadas:
A)Menores de 10 anos: isoniazida(H), Rifampicina(R), Pirazinamida(Z), Etambutol(E)
1ªfase (de ataque) – 2 meses: H + R + Z
2ªfase (de manutenção) - 4 meses : H + R
B)Adultos e maiores 10 anos:
1ªfase (de ataque) – 2 meses : R + H + Z + E
(150/75/400/275)
2ªfase (de manutenção) – 4 meses : R + H
(300/200 ou 150/100)
Em tuberculose meningo-encefálica 2RHZ/7RH,em regime de hospitalização + corticoesteróide por 1-4 meses (prednisona, dexametazona...)

 

 

 

Rua Três de Maio, nº 1040 - Pelotas/RS - Fone: (53)32253164